Terça-feira, 20 de Maio de 2008

A Arte da Antiguidade - Arte Mesopotâmica (1)

 

A Arte da Antiguidade refere-se a toda a arte desenvolvida pelas civilizações antigas, após a descoberta da escrita, e que se estende até á queda do Império Romano do Ocidente, em 476 d.C., devido ás invasões Bárbaras.

 

 

A Arte Mesopotâmica desenvolveu-se ao longo de muitos séculos e de diferentes civilizações, não sendo portanto, muito coesa nas suas manifestações.

A arquitectura, a mais desenvolvida nas artes,não era tão notável como a egípcia. Caracterizou-se pelo luxo e pelo exibicionismo. As principais tipologias foram os palácios e os templos, como o Zigurate, cópias dos existentes nos Céus, feitos em argila, ladrilho e tijolo, pois a pedra era escassa na região.

 

  

ARTE SUMÉRIA

 

- Pré-história / Séc. VI a.C.

- Arte da antiga Suméria, localizada no Sul da Mesopotâmia (actualmente Iraque).

 - O aspecto dominante da arquitectura Suméria era o templo-torre ou  Zigurate (torre piramidial de base retangular, composta por sucessivos andares, cada um menor que o anterior; construção religiosa). As suas fachadas possuem colunas com decoração de lápis-lázuli, conchas e madrepérola; outras tipologias foram os palácios e as câmaras funerárias (arcos e abóbadas).

 

 

Zirugate

 

 

- As construções eram feitas em argila, ladrilhos e com estruturas plano-convexas em tijolo de barro, cujas lacunas dos mesmos eram preenchidas com betume, engaço, cana e cizânias.

- Os Sumérios tiveram também um papel importante na joalharia, com os seus delicados trabalhos em marfim, ouro e prata; produziram cerâmica (vasos com pinturas em óleo de cedro), gravuras e selos; trabalhavam muito bem a pedra e a madeira e foram pioneiros na utilização de veículos com rodas.

 

 

Cerâmica (Vaso)

 

- Na escultura empregaram basalto, arenito, diorita, alabastro e alguns metais como o bronze, o cobre, o ouro e a prata, bem como o nácar e as pedras preciosas nos trabalhos mais finos e de incrustração; temática mitológica, geralmente; tipologias - relevos (descrevem cenas de banquetes, oferendas, figuras de sacerdotes e governantes, celebrações de vitórias militares ou construções de templos); grande variedade de estilos e algumas formas geométricas expressivas; as figuras representadas possuem os braços dispostos diante do peito com as mãos juntas, em atitude de oração; geralmente nus da cintura para cima, vestem uma saia com adornos em forma de pétalas sobrepostas, têm cabelos longos e barbas cerradas; o penteado das figuras femininas consiste, predominantemente, num cacho de cabelos dispostos verticalmente, de orelha a orelha.olhos enormes, redondos e saltados, feitos com conchas marinhas e calcário negro.

 

         

             Gudea, Príncipe do Lagash                  Venerador Sumério

 


 

 

Publicado Por Cíntia Pontes às 21:44
Link do Post | Comentar | Adicionar Aos Favoritos '
|

« Mais sobre mim '

« Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

« Pesquise neste Blog '

« Posts Recentes '

« A Arte Medieval - Arte Ro...

« A Arte Medieval - Arte Ro...

« A Arte Medieval - Arte Pa...

« ACONTECIMENTO - A coroaçã...

« BIOGRAFIAS - São Bernardo

« A Arte Medieval (Contexto...

« Os frescos de Pompeia

« A Coluna de Trajano

« A Arte da Antiguidade Clá...

« A Arte da Antiguidade Clá...

« A Arte da Antiguidade Clá...

« ACONTECIMENTO - O incêndi...

« BIOGRAFIAS - O Romano Oct...

« A Arte da Antiguidade Cl...

« O Pártenon e Atena Niké

« O Estádio e o Teatro Greg...

« A Arte da Antiguidade Clá...

« A Arte da Antiguidade Clá...

« A Arte da Antiguidade Clá...

« ACONTECIMENTO - A Batalha...

« Arquivo '

« Março 2009

« Fevereiro 2009

« Janeiro 2009

« Dezembro 2008

« Novembro 2008

« Outubro 2008

« Setembro 2008

« Agosto 2008

« Julho 2008

« Junho 2008

« Maio 2008

« Abril 2008

« Março 2008

« tags

« todas as tags